Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

MEU LOUVOR A GONÇALO AMARAL, ATITUDES, PRECISAM-SE

 

PJ acusa polícia inglesa de estar a favorecer o casal Mc Cann


PAULA MARTINHEIRA
JOSÉ MANUEL OLIVEIRA

 DN 02/10/07

"A polícia britânica tem estado unicamente a trabalhar sobre aquilo que o casal McCann pretende e lhe convém." Foi num tom explosivo e revoltado que o coordenador da investigação sobre o caso Madeleine, Gonçalo Amaral, comentou em breves declarações ao DN a notícia publicada ontem em vários jornais ingleses. Esta notícia dava conta de um e-mail anónimo enviado para o site oficial do príncipe Carlos, que acusa uma ex-empregada do The Ocean Club de ter raptado a menina de quatro anos, por vingança para com a administração do aldeamento, situado na Praia da Luz, depois de ter sido despedida.

"Essa situação está completamente posta de parte, não tendo qualquer credibilidade para a polícia portuguesa", afirmou ao DN o responsável pelo Departamento de Investigação Criminal (DIC) de Portimão, para quem os seus colegas ingleses "têm vindo a investigar dicas e informações criadas e trabalhadas pelos McCann, esquecendo-se que o casal é suspeito da morte da sua filha Madeleine".

"Essa história do rapto por vingança é mais um facto trabalhado pelos McCann", acusou Gonçalo Amaral, frisando que o The Ocean Club "está situado na Praia da Luz e não em Londres, o que significa que tudo o que diga respeito ao aldeamento e respectivos funcionários (actuais ou ex) já foi ou está a ser investigado pela Polícia Judiciária". "Não é um e-mail, ainda por cima anónimo, que é fácil de saber de onde partiu, que vai distrair a nossa linha de investigação", frisou aquele responsável.

Gonçalo Amaral, antes de estar no DIC de Portimão, esteve na Directoria de Faro da PJ, sendo responsável sobretudo pelo combate ao tráfico de droga.

A posição do coordenador do DIC de Portimão da PJ vem, aliás, ao encontro das declarações prestadas ao DN pelo presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC), Carlos Anjos, que acusa Gerry e Kate McCann de, "ao anunciarem diariamente um facto novo, pretenderem distrair e atrapalhar a investigação". Para aquele responsável, tal como o DN noticiou, "os McCann iniciaram uma campanha de descredibilização da polícia portuguesa quando esta apresentou a tese da morte da menina, substituindo, assim, a do rapto, que muito lhes convinha". "Enquanto subsistiu a tese do desaparecimento por suspeita de rapto, a PJ era uma companhia muito agradável para o casal. Quando as coisas mudaram e passou a haver a tese da morte, mudou radicalmente a postura dos McCann, os quais, aliás, nunca ajudaram nem facilitaram, desde o princípio, a investigação".

De resto, em finais de Agosto, princípios de Setembro, poucos dias antes de Gerry e Kate terem sido constituídos arguidos, por suspeitas da morte por negligência da sua filha Madeleine, um alto responsável da Judiciária proferiu o seguinte comentário: "Depois de termos comprado uma guerra com os media britânicos, agora estamos a comprar outra com a polícia inglesa."

Nas últimas semanas, a Polícia Judiciária tem estado remetida ao silêncio, para o que contribuiu o facto de o porta-voz daquela força para o caso, Olegário Sousa, ter entretanto deixado essas funções, que desempenhava desde o desaparecimento da criança. |
publicado por arco íris às 15:31

link do post | favorito
De Silênco Culpado a 2 de Outubro de 2007 às 23:27
Pois a verdade não é só uma e este é um caso composto por várias parcelas de verdade. Para mim parece-me óbvio que os McCann manipulam até dizer chega a agenda mediática de forma a passar a versão dos factos que lhes convém. Agora que a PJ tem tido dificuldade em comunicar e em lidar com todo este mediatismo, também tem. Se Gonçalo Amaral foi demitido por dizer o que pensava acho muito mal, se existem outras razões para além dessa, nós não sabemos.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.links

.arquivos

.mais sobre mim

.posts recentes

. ...

. ...

. Corpo de Carina Ferreira ...

. CARINA FERREIRA

. Folhetos distribuídos por...

. E o que se tem feito para...

. Mulher de Gonçalo Amaral ...

. ...

. Como é que se enterra um ...

. ...

. Desaparece misteriosament...

. Crónicas

. ...

. Gerry McCann's call home ...

. Kate left kids 3 hours a ...

. Nova legislação feita à m...

. Arquivado processo de abu...

. WE NEVER GOT HELP LIKE TH...

. British police attack Por...

. Refrescando as ideias... ...

. Casal McCann pronto para ...

. Uma entrevista decapitou ...

. Mais um acto da prepotênc...

. UE: Ministros da Justiça ...

. MEU LOUVOR A GONÇALO AMAR...

. Sky Special: Did The McCa...

. Associação já tem mais de...

. Photo Girl 'Not Missing M...

. "SERÁ QUE DEUS EXISTE?"

. Would an implanted chip h...

. RUI PEREIRA - FAZ HOJE 22...

. Freno al folletín de los ...

. A mãe não deitou uma únic...

. MADELEINE: THE MISSING SE...

. Código Ambar Cancelado

. Código Ambar Emitido Hoje

. Rail Death Teen's Mother ...

. Dono da Virgin oferece 15...

. Olegário queixava-se de f...

. Ylenia

. Psicólogos dizem que perf...

. A ESTRANGEIRA

. José Cabrera Forneiro, es...

. RETRATO DA FAMILIA McCANN

. A opinião de cientistas ...

. COMUNICADO DA PGR / Madel...

. PJ acredita que Kate mato...

. Caso Maddie na imprensa m...

. Perplexidades

. Críticas à PJ -

blogs SAPO