.Police (00 351) 213 574 566 International Crimestoppers 00 44 18 83 73 13 36.

.ALICE.

Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Nova teoria no caso Maddie

A criança inglesa pode ter sido morta no apartamento.

A Polícia Judiciária encontrou vestígios de sangue de uma pessoa morta, que podem ser de Madeleine, no apartamento dos McCann, no complexo turístico "Ocean Club" na Praia da Luz.

tags:
publicado por arco íris às 09:07

link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De silêncio culpado a 6 de Agosto de 2007 às 16:12
Este caso, para além de muito mediático, está a tomar contornos chocantes que desafiam os limites da nossa compreensão. É que os cães trazidos pela polícia britânica detectaram sangue da Madeleine no quarto dos pais Gerry e Kate. E assinalaram a sua morte neste mesmo aposento. Ora para assinalarem a morte o cadáver teve que ter permanecido, pelo menos, mais de 2horas no mesmo local (SOL). Isto remete-nos para duas ou três possibilidades, no máximo. Ou foram os pais admitindo que a criança fez uma birra e lhe deram um tabefe para a calar que foi fatal. Ou os pais não iam ao apartamento de 30 em 30 minutos conforme afirmaram e dopavam os filhos para que ficassem a dormir. Então um casal "amigo", talvez um parceiro de swing, terá feito mal à miúda sabendo que os pais a deixavam por muito tempo sozinha. Os gémeos não acordaram porque estavam dopados. Não quero dizer que seja isto mas recordo o criminologista Barra da Costa que na RTP, e logo de início, formulou todas estas hipóteses que o público não gostou de ouvir. Pobre criança! Pobres crianças! Não podemos parar. Temos que lutar para que estas coisas não aconteçam.
De arco íris a 6 de Agosto de 2007 às 19:00
Nem quero acreditar que haja coisas mais terríveis e chocantes do que a pedofilia, porque, com tudo o que tem acontecido à volta deste caso, e porque não estamos a falar propriamente de crimes praticados por pessoas excluídas socialmente, a ter acontecido um cenário desses, eu, sinceramente não tenho capacidade para entender o ser humano, e começo a ver todos, mesmo os que me são próximos, e eu propria, como possiveis assassinos.
De Paula a 7 de Agosto de 2007 às 10:44
É lamentalvel ler estes comentários e perceber como as pessoas são tendenciosas e maldosas, mesmo quando estão pretensamente a "defender crianças". Parece q V.Exª só leu o que lhe interessou e tb só reteve na memória os pormenores sordidos q lhe interessaram e lhe alimentaram o lado mais obscuro da sua mentalidade. 1º - ainda NINGUÉM disse que os vestigios de sangue SÃO de Madeleine. 2º - a hipótese de os pais serem praticantes de swing não foi confirmada por ninguém e levou a que o iminente Barra da Costa fosse desacreditado. 3º - dopar os filhos? Caramba! Vç gosta mesmo de filmes de terror! Já agora um conselho: não se fique pela leitura das publicaçãoes sensacionalistas e pela TV, lei outras mais comedidas e sérias - leia o SOL e o PÚBLICO de hoje e verá que especialistas poem em causa a validade da "descoberta" de vestigios por cães após 3 meses, após limpezas e após vários outras pessoas estarem a habitar o ap.
Talves aprenda a pensar mais e a especular menos.
De susana a 15 de Agosto de 2008 às 19:11
desculpe senhora, mas as crianças estavam mesmo dopadas...
os pais admitiram que davam medicamentos com efeito sedativo às crianças para que estas dormissem, embora tenham afirmado que não o fizeram durante as férias na Praia da Luz, mas é a unica explicaçao possivel para o facto de os gémeos não terem acordado aquando do desaparecimento de Maddie, das visitas ao quarto onde ela se encontrava e dos (supostos) gritos da sua mãe...
De Horácio a 4 de Setembro de 2008 às 03:02
O ataque maquiaválico que esse criminologista e exinspectorchefe da PJ foi então vítima sabe-se agora que veio de dentro da PJ, por anteriores críticas fundadas no caso Joana e Casa Pia. Uns sindicalistas de gravata e outros superiores da PJ da Opusday em combinação com jornalistas a quem forneciam dados em segredo para que estes depois ospromovessem nos media. O processo da Maddie ainda nem começou. Leiam o «Maddie, Joana e investigação crimial», da Dom Quixote e percebem porquê. Mas tem espinha direita custa. Cházinho e bolos é que ébom.
De ALEX a 6 de Agosto de 2007 às 19:59
Compreendo perfeitamente que nos sintamos desiludidos com a humanidade quando deparamos com casos como este. Porém, para que essa humanidade possa ser melhor, temos que cuidar das nossas crianças e defendê-las dos abutres ou dos negligentes que põem outros prazeres acima dos seus cuidados. Adorei a sensibilidade do arco-íris " e acho que o "silêncio culpado" está também a fazer um bom trabalho de denúncia de situações.
De arco íris a 6 de Agosto de 2007 às 21:17
Alex, obrigada pelo comentário, gostaria que um dia os nossos meninos e meninas viessem a um destes blogues ou sites amigos dizerem onde estão e que gostariam de ver os pais. Um abraço
De GIL a 6 de Agosto de 2007 às 21:29
Este caso de Madeleine McCann está a mexer muito comigo e a deixar-me muito triste. Será que estamos em presença de outro caso como o de Joana mas agravado pelas condições sociais económicas e culturais dos progenitores? Depois há outra coisa que me faz muita impressão: Esta investigação tem absorvido recursos como nenhuma outra. Se calhar, só por isso, é que se vai até às últimas consequências. Ora bem se assim não fosse se calhar o Robert Murat tinha ficado como bode expiatório, com a vida destruída e a pagar por um crime que não cometeu (eventualmente). Isto é quase tão violento como a morte de Madeleine a confirmar-se. De que forma é que podemos intervir nestas coisas para que haja menos violência e menos injustiça?
De arco íris a 6 de Agosto de 2007 às 23:03
Eu também estou muito perturbada com as últimas notícias, não tenho dúvidas que se se tratasse de uma criança pobre as investigações não tinham ido tão longe, mas acho que a partir daqui, seja qual for o desfecho, as autoridades têm que dar uma muito melhor resposta que no passado seja para quem for, a polícia tem que ter meios e agir mais rápida e eficazmente.
Tenho procurado informação sobre implante de chips, sou a favor desse método.
Quanto ao que podemos fazer, penso que temos que começar pela nossa casa, nosso prédio, nossa rua, estar atentos e denunciar tudo o que os parecer suspeito, é como a reciclagem, não nos podemos queixar das alterações climatéricas e depois misturarmos os lixos.
Um abraço
Obrigada pela visita
De Arménio Pereira a 7 de Agosto de 2007 às 18:04
Há pessoas doentiamente intolerantes. Pior ainda, são as únicas detentoras da verdade, só elas sabem tudo o resto é estúpido.
Estamos apenas a comentar e a falar no campo das hipóteses. Era bom que alguém fosse dono da verdade. Íamos beber a essa fonte e sabíamos o caminho a seguir.
O ódio primário não é bom conselheiro nem revela uma mente sã.
Respeitemos pois todas as opiniões para que possamos ser respeitados.
De Anónimo a 7 de Agosto de 2007 às 18:40
Agora é que eu reparo, ao passar por este blogue que me é querido, que há um comentário de uma D.Paula e que parece que me é dirigido. A D.Paula ofende-me como nunca ninguém me ofendeu em toda a minha vida. Como sublinhei, no último parágrafo ,estamos no campo das hipóteses e em notícias que foram retiradas de "O SOL " e "JN" e comentários de criminalistas. Também admito que a PJ saiba muito mais e tenha mais dados do que aqueles que deixa transparecer. Mas, sinceramente, quem me dera que os piores cenários não se confirmem e que as hipóteses que levantei sejam um perfeito disparate e que Maddie esteja viva. QUEM ME DERA!....
De Paula a 8 de Agosto de 2007 às 11:51
Caro Sr. Anónimo.
O comentário não pretendia ofender. Mas se se sentiu ofendido, paciência. Desconheço se é ou não autor dos comentários que motivaram o meu, por isso não peço desculpas. Os comentários que li, esses sim eram ofensivos. Ofensivos de forma muito grave, porque levantar hipóteses é uma coisa, os criminalistas que leu levantam hipóteses que deixam sob a forma de perguntas ou opiniões com reserva. Quilo que li foram afirmações. E nada justifica, nem no campo das hipóteses, fazer afirmações de carácter difamatório sem provas. Não ajuda nada, não ajuda ninguém, apenas acrescenta sofrimento.

Comentar post

.HOJE.

.links

.arquivos

.mais sobre mim

.posts recentes

. ...

. ...

. Corpo de Carina Ferreira ...

. CARINA FERREIRA

. Folhetos distribuídos por...

. E o que se tem feito para...

. Mulher de Gonçalo Amaral ...

. ...

. Como é que se enterra um ...

. ...

. Desaparece misteriosament...

. Crónicas

. ...

. Gerry McCann's call home ...

. Kate left kids 3 hours a ...

. Nova legislação feita à m...

. Arquivado processo de abu...

. WE NEVER GOT HELP LIKE TH...

. British police attack Por...

. Refrescando as ideias... ...

. Casal McCann pronto para ...

. Uma entrevista decapitou ...

. Mais um acto da prepotênc...

. UE: Ministros da Justiça ...

. MEU LOUVOR A GONÇALO AMAR...

. Sky Special: Did The McCa...

. Associação já tem mais de...

. Photo Girl 'Not Missing M...

. "SERÁ QUE DEUS EXISTE?"

. Would an implanted chip h...

. RUI PEREIRA - FAZ HOJE 22...

. Freno al folletín de los ...

. A mãe não deitou uma únic...

. MADELEINE: THE MISSING SE...

. Código Ambar Cancelado

. Código Ambar Emitido Hoje

. Rail Death Teen's Mother ...

. Dono da Virgin oferece 15...

. Olegário queixava-se de f...

. Ylenia

. Psicólogos dizem que perf...

. A ESTRANGEIRA

. José Cabrera Forneiro, es...

. RETRATO DA FAMILIA McCANN

. A opinião de cientistas ...

. COMUNICADO DA PGR / Madel...

. PJ acredita que Kate mato...

. Caso Maddie na imprensa m...

. Perplexidades

. Críticas à PJ -

blogs SAPO